.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

:: Jogador dodói ::







No estágio do futebol gaúcho, jogadores habilidosos , de fino trato com a bola ficam expostos as jogadas violentas e aí são machucados. Por isso adquirem fama de “ dodói” e não são.

Nenhuma surpresa nas lesões de Fernandão e Nilmar, como também não será se Roger estreiar no Grêmio e lesionar-se – ser lesionado, quero dizer.
Fernandão já sente-se contrariado quando começa o Gauchão e na primeira entrada forte reclama. Não surpreendam-se se numa destas reagir com violência e acabar expulso.

Com os nervos no limite seria uma reação normal.

Nilmar é frágil fisicamente, o que não quer dizer fraco. Não pode ser submetido a permanente confronto e entrechoques com os zagueiros e marcadores.Precisa tocar e sair da porrada,do choque. Como está jogando fica exposto também. Agora foi estiramento e para quem não está preparado para ser atleta e sim jogador de futebol, pode acontecer. Mantém a velocidade, a agilidade e por aí está a força do seu futebol. Basta coloca-lo no lugar certo.

Roger é habilidoso, tem um tipo físico mais robusto, mas os tornozelos e joelhos estão expostos. Por outro lado se for profissional fora de campo melhora a condição em campo. Mas estejam preparados vai tomar porrada e ficar de fora também.

Afinal, quem protege os talentos desta violência?
O preparador físico tenta isso dando-lhes fortaleza física, mas articulação, batidas e até certo cansaço muscular não pode ser previsto,nem a ressonância resolve.
O árbitro, deveria punir que bate, que insiste em repetir faltas.

Proteger os craques, aqueles que são artistas é dever do árbitro, o que nem sempre acontece. Vale também para os habilidosos dos times menores. Milar do Brasil é o melhor exemplo e fisicamente parecido com o Nilmar. Machuca-se pouco, mas tem capacidade de reação, sabe proteger-se e os zagueiros o respeitam por isso.

Nilmar não tem maldade, nem malícia. Ainda tem tempo para aprender.

Fernandão descuida-se dos tornozelos, mas sabe dar o troco.

Roger é irritadiço e perde a cabeça. Controle-se!

terça-feira, 29 de janeiro de 2008

:: As Mulheres atacam...::

VERDADE SOBRE OS HOMENS

01) Como se chama uma mulher que sabe onde seu marido está, todas as noites?
Resposta: Viúva.
02) Como se chama um homem inteligente, sensível e bonito?
R.: Boato.
03) O que deve fazer uma mulher quando seu marido corre em ziguezague pelo
jardim?
R.: Continuar a atirar!
04) Por que os homens não têm período de crise na idade madura?
R.: Porque nunca saem da adolescência.
05) Qual é o ponto comum entre os homens que freqüentam bares para
solteiros?
R.: Todos eles são casados.
06) Por que as mulheres não querem mais se casar?
R.: Porque não é justo! Imagine: por causa de "100 gramas de lingüiça" ter
que levar o porco inteiro!
07) Qual a semelhança entre o homem e o microondas?
R.: Aquecem em 15 segundos!
08) Qual a semelhança entre o homem e o caracol?
R.: Ambos têm chifres, babam e se arrastam. E ainda pensam que a casa é
deles!
09) Por que não existe homem inteligente, sensível e bonito ao mesmo tempo?
R.: Seria mulher!
10) Quando um homem mostra que tem planos para o futuro?
R.: Quando ele compra 2 caixas de cerveja.
11) Por que mulheres casadas são mais gordas do que as solteiras?
R.: A solteira chega em casa, vê o que tem na geladeira e vai pra cama. Já a
casada vê o que tem na cama e vai pra geladeira.
12) O que disse Deus depois de criar o homem?
R.: Tenho que ser capaz de fazer coisa melhor...
13) O que disse Deus depois de criar a mulher?
R.: A prática traz a perfeição!

PARA TODOS os casados:

O marido e a mulher não se falavam há uns três dias...Entretanto, o homem se lembrou que no dia seguinte teria uma reunião muito cedo no escritório.Como precisava levantar cedo, resolveu pedir à mulher para acorda-lo.Mas para não dar o braço a torcer, escreveu num papel:
- 'Me acorde às 6 horas da manhã '.
No outro dia, ele levantou e quando olhou no relógio eram 9h30.
O homem teve um ataque e pensou:
-'Que meeeerdaaa! Mas que absurdo!Que falta de consideração, ela não me acordou...'
Nisto, olhou para a mesa de cabeceira e reparou num papel no qual estava escrito:
- '...São seis horas, levanta!!! '

***Moral da História*:

Não fique sem conversar com as mulheres, elas ganham sempre, estão certas sempre e são simplesmente geniais na vingança!!!!!!
*'O casamento é a relação entre duas pessoas,
**onde uma pessoa está sempre certa e a outra,
**bem a outra... é o marido!

domingo, 27 de janeiro de 2008

:: Pensando bem...::


Durante os últimos 50 anos, um grupo seleto de políticos, empresários, banqueiros e poderosos em geral tem se reunido secretamente para planejar as grandes decisões que movem o mundo e que, depois, simplesmente acontecem.

O livro A Verdadeira História do Clube Bilderberg, de autoria do jornalista e especialista em comunicação Daniel Estulin, que há 13 anos investiga as atividades secretas do Clube Bilderberg e que foi ganhador de três prêmios de pesquisa nos EUA e Canadá, aponta quem aciona os controle por detrás da fachada das organizações internacionais conhecidas.

O livro foi editado em28 países em 21 idiomas. Segundo o autor, a 1ª edição na Venezuela, Colômbia e México foi esgotada em menos de 4 horas e causou manifestações em frente às embaixadas dos EUA que, como é óbvio, ninguém viu e nem ouviu na TV ou nos noticiários de imprensa. A seguir, você vai saber o motivo. O texto abaixo – que uma amiga minha considerou 'uma confusão dos diabos' -é uma resenha desse livro. Mas, como disse Sun Tzu, para combater um inimigo é preciso conhecê-lo, pois não se pode lutar contra algo que não se conhece.

***A verdadeira história do Clube Bilderberg é uma narração da subjugaçãoimpiedosa da população por parte de seus governantes. Um Estado Policial Global que ultrapassa o pior pesadelo de Orwell, com um governo invisível,onipresente, que manipula os fios desde a sombra, que controla o governo dosEUA, a União Européia, a Organização Mundial de Saúde, as Nações Unidas, o Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional e outras instituições similares. E, o mais espantoso de tudo, formula os projetos futuros da Nova Ordem Mundial. Muitos grandes empresários, políticos, incluindo alguns de seus colaboradores, estão lutando para impor limites ao Clube, alguns de fora,outros de dentro, se bem que de forma encoberta. Esse interesse de dominar o mundo não é novidade na história da Humanidade. Outros já tentaram antes.

O lado obscuro do Clube Bilderberg – o pior mal já enfrentado pela humanidade – está entre nós e utiliza os novos e amplos poderes de coação e terror que a ditadura do complexo industrial-militar global – segundo palavras do autor - requer para acabar com a resistência e governar aquela parte do mundo que resiste às suas intenções. Cada nova medida, por si só, pode parecer uma aberração mas o conjunto de mudanças, que formam parte do processo em curso, constitui um movimento em direção à Escravidão Total.

A batalha está se realizando neste preciso instante em que você lê esta matéria e a ditadura global – o Governo MundialÚnico – está vencendo.

O objetivo dos que lutam contra essa ditadura global é defender a nossa intimidade pessoal e nossos direitos individuais, a pedra angular da liberdade. E essa batalha envolve o Congresso dos EUA, a União Européia, os tribunais, as redes de comunicação, as câmeras de vigilância, a militarização da polícia, os campos de concentração, as tropas estrangeiras estacionadas em solo de diversos países, os mecanismos de controle de uma sociedade sem dinheiro em espécie, os microchips implantáveis, o rastreamento por satélite GPS, os cartões de identificação por radiofreqüência (RFID), o controle da mente, as contas bancárias, os cartões inteligentes e outros dispositivos de identificação que o Grande Irmão no simpõe e que conectam os detalhes da nossa vida a enormes bancos de dados secretos dos governos. Os caminhos que forem tomados agora determinarão o futuro da humanidade: se passaremos a fazer parte de um Estado policial eletrônico global ou se continuaremos como seres humanos livres.

O Clube do governo mundial na sombra decide, numa reunião anual secreta,como devem ser realizados seus projetos diabólicos. Quando se celebram essas reuniões, não por acaso seguem-se guerras, a fome, a pobreza, a derrubada de governos e abruptas e surpreendentes mudanças políticas, sociais e monetárias. Skinner – Burrhus Frederic Skinner -, cientista do comportamento e do aprendizado, colaborador do Instituto Tavistock – organização de pesquisa no campo da psicologia social aplicada – que, por sua vez, é colaboradora do Clube Bilderberg, considera a população em geral incompetente para educar seus filhos e propõe como sociedade ideal aquela em que os filhos são separados das famílias por ocasião do nascimento e educados pelo Estado, quepaga aos pais por seus filhos uma determinada quantia, em centros onde passam a viver. Outra forma de manipulação de conduta utilizada pelo Clube Bilderberg é conseguir que as pessoas obtenham algo que desejam em troca da renúncia de outra coisa, principalmente a liberdade. Se bem que o Clube Bilderberg, a Comissão Trilateral, a Mesa-Redonda, o Conselho de Relações Internacionais, as Nações Unidas, o Fundo MonetárioInternacional, o Clube de Roma e algumas outras organizações realizem seus planejamentos e suas gestões em particular; a imprensa, as rádios e as cadeias de TV se negam a cobrir o tema e não se atrevem a falar dele. Isso mantém a maioria da população num estado contínuo de ansiedade interior porque as pessoas estão demasiado ocupadas garantindo sua própria sobrevivência ou lutando por ela.

A técnica do Clube Bilderberg consiste em submeter a população e levar a sociedade a uma forte situação de insegurança, angústia e terror, de maneira que as pessoas cheguem a sentir-se tão exaltadas que peçam, aos gritos, uma solução, qualquer que seja. Essa técnica tem sido aplicada às gangues de rua, às crises financeiras, às drogas e ao atual sistema educacional e prisional.Com relação ao sistema educacional é necessário dar a conhecer que os estudos realizados pelo Clube Bilderberg demonstram que conseguiram diminuir o coeficiente intelectual médio da população. Para conseguir isso não só manipulam as escolas e as empresas, mas também têm se apoiado na arma mais letal que possuem: a televisão e seus programas de baixo nível, para afastar a população de situações estimulantes e conseguir assim entorpecê-la.O objetivo final desse pesadelo – ou dessa 'confusão dos diabos'... - é um futuro que transformará a Terra num planeta-prisão por meio de um Mercado Globalizado Único – que tornou o mundo plano -, vigiado por um Exército Mundial Único, regulado economicamente por um Banco Mundial e habitado poruma população controlada por microchips cujas necessidades vitais terão sido reduzidas ao materialismo e à sobrevivência: trabalhar, comprar, procriar,dormir, tudo conectado a um computador global que supervisionará cada um de nossos movimentos.

Os membros do Bilderberg 'possuem' os bancos centrais e, portanto, estão em condições de determinar os tipos de interesses, a disponibilidade de dinheiro, o preço do ouro e quais os países que devem receber quais empréstimos.

Ao movimentar divisas, os membros do Bilderberg ganham milhares de dólares.

Desde 1954, os sócios do Bilderberg representam a elite das nações ocidentais - financistas, industriais, banqueiros, políticos, líderes de corporações multinacionais, presidentes, primeiros-ministros, ministros das Finanças, secretários de Estado, representantes do Banco Mundial, OMC, FMI, executivos dos meios de comunicação e lideranças militares -, um governo nas sombras que se reúne em segredo para debater e conseguir um consenso sobre aestratégia global.

Todos os presidentes dos EUA, desde Eisenhower,pertenceram ao Clube. Também Tony Blair, assim como Lionel Jospin, Romano Prodi, ex-presidente da Comissão Européia, Mario Monti, comissário europeu para a Concorrência, Pascal Lamy, comissário do Comércio, José Manuel Durão Barroso, atual presidente da Comissão Européia, Alan Greenspan, chefe do FED (o Banco Central dos EUA), Hillary Clinton, John Kerry, a ministra de Assuntos Internacionais da Suécia, assassinada, Anna Lindh, Melinda e Bill Gates, Henry Kissinger, a dinastia Rothschild, Jean-Claude Trichet, cabeça visível do Banco Central Europeu, James Wolfenson, presidente do BancoMundial, Javier Solana, ex-Secretário Geral do Conselho da Comunidade Européia, o financista George Soros, um especulador capaz de derrubar moedas nacionais em proveito próprio, e todas as famílias reais da Europa.

Juntamente com eles sentam-se os grandes proprietários dos meios de comunicação, pessoas que controlam tudo o que se lê e assiste.

Em 2004, no Grande Hotel des Iles Borromées, em Stresa, Itália, em mais um Encontro, celebrou-se o 50º aniversário do Grupo, que foi constituído entre os dias 29 e 31 de maio de 1954 no hotel Bilderberg (daí o nome de GrupoBilderberg), na localidade holandesa de Oosterbeckl em um evento organizado pelo príncipe Bernard, da Holanda.

Tanto Donald Rumsfeld, atual Ministro da Defesa dos EUA, como o general Peter Sutherland, da Irlanda, são membros do Bilderberg.

Sutherland é ex-comissário europeu e presidente da Goldman, Sachs e Britsh Petroleum.

Rumsfeld e Sutherland ganharam um bom dinheiro em 2000 trabalhando juntos no conselho da companhia energética suíça ABB (Asea Brown Bovery Ltda).

Sua aliança secreta tornou-se pública quando se descobriu que a ABB havia vendido dois reatores nucleares a um membro ativo do 'eixo do mal', a Coréia do Norte!Por outro lado, é muito difícil resumir como o Clube Biderberg esteve envolvido com a administração de Ronald Reagan, eleito presidente dos EUA em1980.

Todos os cargos importantes do governo foram ocupados por socialistas fabianos, recomendados pelo Heritage Foundation do Bilderberg/Rockefeller(um parêntesis para assinalar que a Heritage Foundation, fundada em 1973, apresenta-se como um instituto educacional de pesquisa que formula e promove políticas públicas e conservadoras baseadas nos princípios de livre-empresa, governo limitado e liberdade individual, o que torna essa afirmativa – pelo menos essa – inverossímil); com o assassinato de Aldo Moro - morto pelo grupo maçon P2, com o objetivo de alinhar a Itália com o Clube de Roma e com Bilderberg; com o assassinato de Ali Bhutto, presidente do Paquistão, em1979, que queria desenvolver armas nucleares como elemento de dissuasão contra 'as contínuas agressões israelenses no Oriente Médio'; com a deposição do Xá do Irã pelo aiatolá Khomeini, uma criação da VI Divisão de Inteligência Militar britânica, popularmente conhecida como MI6 (sobre o qual o Parlamento Britânico não tem jurisdição); ou com o caso Watergate.

Ao contrário do que sempre afirmou o Washington Post, não houve nenhuma 'evidência' de que Nixon tenha abusado de seu poder. Se cometeu algum crime foi o de não defender a Constituição dos EUA, como jurou na cerimônia de posse.

O surgimento de Bill Clinton, 'ungido' como candidato à presidência dos EUA na conferência de Bilderberg de 1991, em Baden-Baden, Alemanha, à qual ele esteve presente, também não é muito fácil de esclarecer. O que é completamente desconhecido pela maior parte da população mundial é que BillClinton, saindo da conferência, realizou uma inesperada viagem a Moscou,onde em uma terça-feira, 9 de junho de 1991, entrevistou-se durante uma hora com o Ministro do Interior soviético, Vadim Bakatin, ministro do já então condenado governo de Mikhail Gorbachev.

Especula-se que Clinton tenha sido enviado a Moscou pelo Clube Bilderberg para conseguir que 'enterrassem' os relatórios da KGB sobre a juventude do próprio Clinton e suas atividades contra a guerra do Vietnã, dois meses antes de anunciar a sua candidatura à presidência.

Afinal, Vadim Bakatin, no governo de Boris Yeltsin, que sucedeu Gorbachev, foi nomeado para um importante cargo na KGB. Como esses fatos podem ser verificados? É virtualmente impossível penetrar no Clube Bilderberg.

Algumas provas não estão ao alcance porque fazem parte dos arquivos da Inteligência e só uma minoria privilegiada pode vê-las. Não esperem nunca que os meios de comunicação mencionem a conspiração nos telejornais da noite. E, como nada disso que consta no livro de Daniel Estulin aparece nos noticiários, as pessoas imaginam tratar-se de mais uma das muitas teorias de conspiração a serem desprezadas, freqüentemente ridicularizadas e, por fim, rejeitadas. Resumindo: 'uma confusão dos diabos'.

O objetivo do Clube Bilderberg é a busca de uma era pós-nacionalismo, em que já não haverá países, só regiões e valores universais.

Ou seja, só uma economia universal, um governo universal (designado, não eleito) e uma religião universal. Para assegurar esses objetivos, os membros do Clube defendem um enfoque mais técnico e menos conhecimento por parte do público.

Seu objetivo final é o controle de absolutamente tudo no mundo, em todos os sentidos da palavra:

a atmosfera, os oceanos, os continentes com todas assuas criaturas.

Agem como se fossem Deus na Terra.

Deus pode ter criado o Universo mas, no que diz respeito ao planeta Terra, a mensagem do Clube Bilderberg para Deus é simplesmente a seguinte:

'Obrigado.Mas a partir de agora nós mesmos vamos tomar conta'.

Recentemente, em 28 de fevereiro de 2006, Daniel Estulin denunciou, naInternet, as dificuldades para que seu livro seja vendido em Portugal e Espanha, inclusive com boicote por parte da editora Planeta, que o editou.

Fonte: A Verdadeira História do Clube Bilderberg, Daniel Estulin, editoraPlaneta, 2005.

Carlos I. S. Azambuja é historiador.
(procurem no google e verão muita coisa interessante)

:: Vai dando a lógica ::

PIRAMIDE COLORADA /GREMIO DESCOLA UM ÁS



Marcão joga muito e faz gol

Foi um fim de semana sem surpresas para a dupla Gre Nal no Gauchão. Mesmo com dificuldades o Gremio venceu no Olímpico e o Inter sentiu-se em casa no Passo da Areia e aplicou logo 4 no São José e isto já virou tabela.

No Olímpico William Magrão fez mais um e a TRG -Torcida Raivosa Gremista, vaiou o menino.

No Passo da Areia Nilmar deu um pique, no segundo tempo e abriu lesão muscular
E já se fala que Yarlei poderá deixar o Beira Rio.
Alex e Marcão foram os grandes nomes do Inter.

Vagner Mancini, que vem se constituindo num cara sincero, disse que o time está jogando pouco e quer mais.
Nessa onda a diretoria anunciou Jean, ex-São Paulo, zagueiro com 28 anos e boa fama.
Ponto para a direção tricolor que diante das dificuldades em contratar, sempre acha um ás na manga.

Mais uma rodada onde deu a lógica.
Venceram Gremio e Inter.
E segue a barca.
( fotos: sites de Gremio e Internacional)

sábado, 26 de janeiro de 2008

:: Asso no dedo ::


É isso mesmo, faço churrasquinho do meu dedo se Ubirajara Macalão devolver um "pila" para os cofres públicos no Caso dos Selos da Assembléia gaúcha.Tava sózinho ?

A decisão da Justiça é que isso se faça em 15 dias, mas tem apelação, tem mais caminhos na Justiça.

Por isso não corro risco, mas daria uma mão inteira se pudesse ler os depoimentos que tem a PF neste caso e no do Detran. Especialmente os que livram a cara do declarante, a tal " delação premiada".

Macalão está por aí disseram-me que até autógrafo deu num shopping. Não duvido, depois que o Bob Jeferson virou herói nacional por dedurar os meliantes do PT, embora réu confesso de falcatrua.

Autógrafo não sei, mas alguém deve te-lo abordado para cumprimenta-lo pela coragem de livrar a cara dos "amigos".

Se livrou não sei, mas que correu sério risco de vida, não duvido. Por isso anda passeando sem mêdo de tomar um tiro.

O que sei é que neste caso e do Detran, muita gente "boa" anda perdendo o sono.

:: Não precisava ajoelhar ::


Convidados pela Policia Federal, os deputados estaduais não precisavam ir á Superintendencia , poderiam ter prestado informações sobre o Caso Macalão, na sede do Poder Legislativo.Dizem, ter poupado a Casa da indesejável presença da Imprensa bisbilhotando tudo.

Erraram, seus depoimentos deveriam ser colhidos na Assembléia, porque a Imprensa foi até a a Policia federal. O que mudou foi que submeteram-se por vontade própria a responder inquérito policial no ambiente de uma delegacia. Eram testemunhas e apesar das noticias de indiciamento ainda não foram indiciados.Mas para o público, levado por uma mídia com mania de Poder Maior, de Grande Irmão, são suspeitos, estão indiciados e condenados.
Ou seja: são culpados.

Ajoelharam-se,agora terão que rezar.


:: MIDIA ANALFABETA ::

No que toca a conhecimento do modo de operar da Polícia, da Promotoria, tem parte desta nossa mídia que é completamente analfabeta e induz a erros.

Vejamos o caso da indignação da Procuradora do Estado, que ficou furiosa com a noticia de que seria " convocada" para ir prestar esclarecimentos á Polícia Federal sobre o caso Detran.

Cheia de razão a Procuradora disse que não vai e nem pode ser " convocada" e sim convidada. Ela marca data, horario e local onde será ouvida. Por que?

Simples a mídia errou e criou um caso entre Procuradora e Superintendente da PF.

Se não sabe porque escreve?

Tico tico vira bosta é assim mesmo, fuça até perder o bico.


:: QUEM PAGA A CONTA ? ::

Outra da Mídia Analfa foi aquela de existirem irregularidades, maracutaias , no Setor de Informática da Assembléia. Não tinha, está provado.

Agora quem vai pagar a conta daquelas pessoas que foram acusadas injustamente e julgadas publicamente por esta Mídia Analfa e mal intencionada?

O que era, " mais um escândalo" na Assembléia, com o firme propósito de colocar o Poder Legislativo de joelhos, deu certo no início e agora caiu por terra.

Pensam que teremos manchetes do tipo: Está tudo certo na Informática da Assembléia (?)

Não. Os tico ticos vira bosta estão a procura de outros escandalos para vender jornal e buscar audiência.

Sou daí, do meio,mas quem julga a mídia?


:: Videversus e reversus ::


Desde o dia 10 de outubro do ano passado o jornalista Vitor Vieira(http://www.videversus.com.br/) esperava pela autorização da Assembléia Legislativa para examinar documentos referentes a contratos de publicidade e serviços da Superintendência de Comunicação da Casa.

Afinal,na semana que passou a Mesa Diretora votou sim e Vitor está atras de uma pilha de documentos ( de 2000 a 2006) com a curiosidade característica deste jornalista.

Vitor fez tudo como manda a Lei através de requerimento, estranhou a demora, mas ele próprio diz que não tem pressa, quer apenas seguir alguns indícios de favorecimentos nos contratos. Se nada encontrar ( o que duvida) será fiel a sua trajetória profissional, correta e meticulosa.

:: Sem bater o horror! ::


BYE BYE FEFÊ

Fernandão fora com dores musculares é melhor que a perspectiva de Fernandão fora do País,na Turquia, por exemplo.

Faço parentese, porque acho que não vai resistir, acabará pegando o último grande contrato da vida dele. Alguém poderá culpa-lo por isso?

Mas as noticias aterrorizantes não param aí.

Yarlei também namora proposta milionárias do Exterior.

Alex, parece irritado e também tem propostas. Além da informação que tem grana para receber e estaria desgostoso. Mas, no jogo contra o São José encheu as medidas e jogou muito.Thales foi chamado para ficar de sobre aviso.

Nilmar se continuar jogando assim e crescendo, marcando gols é outro que não resistirá. Pena que tenha lesionado no Passo da Areia. Juntem o Da Silva ao grupo e façam entrar aos poucos no time.
O Inter não tem como ganhar dinheiro com os seus "franguinhos", quero dizer:
não tem Pato para vender e vai precisar.

Podem me chamar do que quiserem,mas esta é a realidade do futebol.
Por quanto tempo o Internacional segura os caras? Não sei.
Creio que alguém sairá logo e outro no meio do ano.

O certo é começar a armar o time para os substitutos.

Sou amigo, estou avisando.

Não precisa bater horror !

:: O PT fora da casinha ::


A oposição raivosa que alguns petistas fazem( e dominam algumas ações do partido aqui no RS ) os está deixando fora da casinha. O panfleto que fizeram relacionando a governadora Yeda Crusius com o crime organizado na administração pública é inconcebível. Podem até defender-se dizendo que a foto ficou mal colocada, mas é um exagero desesperante.

O PT do Rio Grande do Sul não precisa disso.

Essa agressividade vai para a mesa diretora da Assembléia quando o partido assumir ?

Imaginemos a oposição ( o DEM até que tenta,meio se jeito) fazendo o mesmo com os quadrilheiros do mensalão, com os da cueca recheada,enfim.

Se alguém pensa que jogando no ventilador vai escapar do conceito de safados na política, enganou-se.Na avalanche de lama vão todos. Não estou tentando dizer que não se deve denunciar, mas com seriedade, por simples interesse eleitoreiro,não.

O colega Políbio Braga abre noticia no seu site,sobre isso e publica o tal panfleto-cartilha anti Yeda.Mas a resposta veio logo e na Justiça. Vão se incomodar. Quer dizer,não sei.

Essa CPI vai da porcaria, podem acreditar, porque as relações ficarão de tal maneira infladas, os ânimos acirrados que não descarto nem mesmo alguém apelar para a porrada fisica.

Este não é UM PAIS DE TOLOS
( a charge é meramente ilustrativa)

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

:: Ah! É o meu guri. ::



O jovem deputado Nelson Marchezan Júnior, poderá ser o fato novo desta eleição municipal, ou dividir com Manuela Dávila este espaço.
Os cientistas políticos concordam com isso.
Se Manuela for candidata vai precisar de estrutura partidária a apoia-la e não tem isso e nem como construir.
Nelson Marchezan Júnior, tem partido estruturado e dez zonais na Capital.
Assim, por este caminho dependendo de como vai aos poucos deflagrando sua campanha, o deputado poderá se transformar no Fato Novo da eleição em Porto Alegre.
O que se sabe é que passado algum momento de indecisão, o deputado Nelson Marchezan Júnior, não tem mais nenhuma dúvida: vai concorrer a Prefeito de Porto Alegre.
Está compondo equipe, discutindo pautas e vai em busca de apoios importantes.
Marchezan Júnior acredita que a partir da pré-candidatura seu nome vai melhorar nas pesquisas e mais ainda quando for oficialmente candidato tucano á Prefeitura de Porto Alegre.
Jovem, dinâmico, determinado ,inteligente e com DNA político , Nelsinho como o chamam os amigos tem tudo para constituir-se no Fato Novo do pleito 2008 na Capital. Além do mais, é franco atirador em Porto Alegre e o seu partido" virgem" na Prefeitura.
( foto: Marcelo Bertani(Ag.AL)

terça-feira, 22 de janeiro de 2008

:: Tia Matilde de mão na bufunfa::




Em 2007, a ministra Matilde Ribeiro gastou 171.500 reais no cartão de crédito pago pelo governo. Fez até compras no free shop 126.000 reais *aluguel de carros* 35.700 reais *hotéis e resorts*4.500 reais *bares, restaurantes e até padaria*460 reais *free shop*4.800 reais *despesas diversas*171.500 *reais total*


A assistente social Matilde Ribeiro é uma das ministras mais longevas do governo Lula.

Ela comanda a Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial desde março de 2003. Apesar de estar há tanto tempo no cargo, o que ela faz em Brasília ainda é um mistério. Recentemente, abriu-se uma chance de preencher essa lacuna. É possível traçar um retrato detalhado das ações e dos hábitos da ministra com base na fatura do seu cartão de crédito corporativo. O uso desse tipo de benefício é concedido aos funcionários que ocupam os cargos mais altos da Esplanada e do Palácio do Planalto. Serve para que eles paguem algumas despesas decorrentes do exercício da função. No fim do mês, a conta é enviada ao Tesouro.

Estaria tudo certo se o cartão fosse usado com critério, mas tem sempre aqueles que exageram. Matilde está entre eles. Fechadas as contas de 2007, descobriu-se que ela torrou 171.500 reais no cartão pago pelos contribuintes.

Foi de longe a ministra mais perdulária da Esplanada.
Em média, foram 14.300 reais por mês, mais do que seu salário, que é de 10.700 reais.
Isso, sim, é que é emenda no orçamento.

Matilde jura que só usou o cartão corporativo para pagar despesas de viagens oficiais. De fato, ela viaja tanto que poderia assumir o Ministério do Turismo. No ano passado, pagou 67 contas em hotéis - média de 5,5 contas pormês. É rara a semana em que ela não se hospeda em algum estabelecimento. Seu favorito é o confortável Pestana, um cinco-estrelas que enfeita a Praia de Copacabana. Ela esteve por lá 22 vezes no ano passado, ao custo total de 10.000 reais.
A ministra também gosta de usar o cartão para pagar contas em bares, choperias, quiosques, restaurantes, rotisseries e até padarias.
No Rio de Janeiro, ela adora o restaurante Nova Capela, conhecido reduto da boemia carioca, e o bar Amarelinho, que se orgulha de servir o chope mais gelado da cidade.
Em São Paulo, Matilde é assídua na padaria Bella Paulista, que fica aberta 24 horas por dia e é freqüentada pelos notívagos paulistanos. Nas refeições, ninguém pode acusá-la de abandonar a bandeira da igualdade racial: ela usou seu cartão dez vezes em restaurantes italianos,nove em árabes e três em japoneses.
A maior parte dos gastos do cartão de crédito corporativo da ministra, no entanto, se refere a aluguel de veículos.
Ela tem um carro oficial em Brasília e, quando viaja, não se arrisca a ficar a pé.
Assim que desembarca em uma cidade, saca o seu cartão oficial e, zás, aluga um automóvel do seu gosto.
Em 2007, ela usou nada menos que 126.000 reais com essa finalidade.
Curiosamente, se decidisse alugar um Vectra, o veículo mais caro oferecido pela sua locadora habitual, a Localiza, gastaria 116.000 reais por ano.
Que tipo de carro será que a ministra aluga?
Matilde utilizou o cartão de crédito do governo até para fazer compras em free shop. Em 29 de outubro,gastou 460 reais em um desses estabelecimentos.
Questionada por VEJA, a ministra disse que, na ocasião, usou o cartão pago com dinheiro público "por engano" e que "o valor já foi ressarcido à União". Ela passou pelo free shop na volta de uma de suas muitas viagens ao exterior.
Em 2007, Matilde visitou Estados Unidos, Cuba, Quênia, Burkina Faso, Congo e África do Sul.
Na semana passada, estava no Senegal. Quem sabe até o fim deste ano ela não descola também um cartão de crédito internacional?
** vão dizer que é marcação em cima dela porque é negra.
(fonte: revista Veja )

domingo, 20 de janeiro de 2008

:: Lá vai o Lula gastando o nosso $$$$::


Esta é curta e grossa. Mas dói...no bolso.

As viagens da turma do Lula custaram ao País em 2007 o equivalente a R$1.200 MI( hum milhão e duzentos mil reais) por dia. É isso aí.Por dia.

E aí temos alguma coisa com isso?

Se temos vamos fazer do mesmo jeito do Grande Molusco: não sabia!

Este cálculo veio juntar-se aos absurdos gastos com cartões corporativos da Presidência da República.Cartões que deveriam servir para pequenas despesas e com notas justificativas.
Não é assim.Sacam dinheiro vivo e não precisam prestar contas.É um assalto diário ao dinheiro da Presidência.
Saque com cartões.Saque.Entenderam?
Em 2007, o governo federal mais que dobrou suas despesas com cartões corporativos. O Portal da Transparência, mantido na internet pela Controladoria-Geral da União (CGU), mostra que R$ 75,6 milhões foram gastos por intermédio dos cartões, 129% a mais do que em 2006. O desempenho do mais importante programa social do Executivo não chegou nem perto disso: a expansão dos investimentos do Bolsa-Família no ano passado foi de 14,6%. Nos últimos anos, o aumento dos gastos com cartão é crescente. Comparada a 2004, a despesa é 4,3 vezes maior.
Secretaria da Presidência consumiu R$ 11,1 mil por dia
A Secretaria de Administração da Presidência da República, que administra, entre outros gastos, as despesas do gabinete do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da Casa Civil, consumiu, em média, R$ 11,1 mil por dia, pagos com cartões de crédito corporativos.
Segundo dados da Controladoria-Geral da União (CGU), comandada por Jorge Hage, há gastos com compras de supermercado, bebidas, carnes, ferragens, combustíveis, artigos de papelaria e serviços mecânicos.
No total, foram R$ 4,054 milhões ao longo de 2007.
Há, por exemplo, dez faturas de valor superior a R$ 2 mil referentes a compras realizadas em uma das melhores casas de carne de Brasília.
O funcionário do Palácio do Planalto responsável pelos gastos pagou despesas de R$ 114,9 mil no cartão ao longo do ano passado.
O extrato inclui ainda compras sistemáticas realizadas quase sempre na mesma rede de supermercados brasiliense.

Acho que vou juntar-me aos que estão sentindo saudades do PT.

O Partido dos Trabalhadores que conhecemos não deixaria passar isto sem fazer um barulhão no País e o próprio Lula iria aos microfones dizer que: nunca neste pêis...

:: Santa Maria não é Dubai ::




O Gauchão vira tudo de cabeça para baixo.


Em Santa Maria, o Internacional Campeão de Dubai diante da Internazionale de Milão, saiu perdendo, virou o jogo e cedeu empate de penalti para o Internacional de Santa Maria.

Para não mudar a escrita, deixou a cidade reclamando da penalidade marcada pelo árbitro, não gostou do gramado e da " violência" do "interzinho" santamariense.
Confirmando o jeito gaúcho de jogar, o Inter SM mostrou um centro avante com a cara do campeonato regional.Alê Menezes voltou a lembrar veteranos que sempre ofereceram a dupla Gre Nal gols importantes - o mais famoso deles foi Bebeto,o Canhão da Serra, em Passo Fundo.

Basta começar o campeonato para as perspectivas virarem de cabeça para baixo.

O Internacional cheio de estrelas e famosos tropeça logo na saída.


Pistoleiro rápido é assim sempre tem um desafiante disposto a provar o contrário.

Os vestiários do Inter revelavam chateação pelo empate e o tecnico Abel Braga que não gostava do favoritismo dado ao time disse estar aliviado. Não gostou do empate, mas reforçou afirmando que o Gremio, bi-campeão, segue sendo o favorito.

:: Jardel,nem de graça ::


Pelo menos é o que corre nos meios futebolísticos.

Jardel foi oferecido ao Grêmio como contratação de risco- se der certo fica,se não corresponder acaba o contrato- mas o diretor de futebol Paulo Pelaipe não aceitou a proposta.

Isto não quer dizer que o assunto esteja encerrado, porque Roger, que está no Olímpico, uma semana antes não servia, também, de graça.

Jardel está jogando no futebol australiano e ao que de lá chega não está bem.Desde que separou-se da mulher, a gaúcha Karen Matzembacher e dos filhos , sua carreira caiu na ladeira, ficou sem jogar muito tempo e rolou por muitos clubes sem dar certo.

Quem concorda com a contratação de Jardel, afirma que aqui em Porto Alegre, onde foi ídolo e próximo de pessoas que o querem bem, com o afeto e o carinho da torcida gremista iria recuperar parte importante do seu futebol.

E você o que acha?

sábado, 19 de janeiro de 2008

:: Grêmio abusa do 15 ::








Fazer 3 x 0, no 15 de Campo Bom não foi difícil e para começo de campeonato muito bom.


A proxima rodada traz o Sapucaiense e não deve ser muito diferente.
Assim, o tricolor vai começar a convencer que é assim mesmo.
Cuidado! O time teve o jeito do treinador que quer uma equipe rápida e chegando no gol adversário. Mas convém prestar a atenção no fato que o Grêmio terá adversários mais fortes e o principal deles: o Internacional. Porque é aí que se decide o campeonato.
O time será diferente deste. Entra o Roger, mais dois ou tres e pensa na Copa do Brasil.
Não vale dizer lá adiante que estavamos errados - os que criticaram tem razão.
Se a estréia fosse contra o Caxias, o Brasil de Pelotas, o Juventude, não seria assim de dentes alvos mostrados nos vestiários. Será?

Porém, não faltou por parte do Eduardo Costa,capitão da equipe, dizer que a vitória era uma resposta aos críticos. Menos capitão! Menos.

André Luis saiu herói do jogo, espero que continue assim, mas desconfiar eu posso? Então.

::Fronteiras Urbanas e Sociais ::




X
Este é um ano de eleições municipais e estamos a poucos meses da votação.Não vejo nenhuma discussão que privilegie o debate das questões das grandes cidades, vítimas de fronteiras urbanas e sociais muito graves.
Porto Alegre, Canoas, Caxias, Pelotas, Santa Maria e Passo Fundo convivem com estas fronteiras e suas consequencias sem tomar iniciativas fortes para que diminuam as barreiras arquitetonicas e sociais entre elas.
Pobreza e riqueza estão ali a menos de 200 metros cruzando-se.
De um lado,altas cercas eletrificadas tentam proteger uma vida glamourosa de belas casas,jardins,lagos, um Mundo á parte por onde chegam conduzindo carrões. No ouro, lixo,esgoto a céu aberto,malocas, nenhum lazer,desemprego, pobreza.
Grandes vazios urbanos cercados de vilas pobres, favelas, miséria.Nestes vazios que em Porto Alegre já estiveram na mão de 15 grandes empresas e proprietários, vão transformando-se em ricos condomínios.Aos olhos dos pobres, agressivos e para esta sociedade oportunidade de bons assaltos. Reconhecendo que estas áreas deprimidas tem a maioria de moradores trabalhadoras. Nada mais.Aos olhos dos ricos tensão e vontade de retirar da paisagem aquelas vilas miseráveis e sua gente.A construção de shoppings, supermercados ajuda na concepção que a moldura do quadro da riqueza não podem ser os casebres.Leva-los para longe em novos e mlehores conjuntos habitacionais resolve em parte o problema.Além disso será preciso dotar estas áreas com lazer ,escolas e oportunidades.
Não ouço nenhum debate sobre iso.Mas publico aqui matéria do Jornal da Universidade, datada de maio de 2007 e tendo como entrevistado o professor Comin, que ha 4 anos vem sendo entrevistado por mim sobre esta pesquisa que em parte os senhores terão oportunidade de ler aqui.
JORNAL DA UFRGS- MAIO 2007
ESPECIAL

“Pobreza não é apenas insuficiência de renda. É um conjunto de privações múltiplas abaixo de patamares considerados socialmente inaceitáveis.” Quem afirma é o economista e professor da UFRGS Flávio Comim, que no mês passado(ABRIL 2007) encaminhou ao Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente- PNUMA- a primeira etapa da pesquisa sobre índice de pobreza e meio ambiente, encomendada pelo Programa há cerca de dois anos. Sob sua coordenação, e em parceria com a Universidade de Cambridge, na Inglaterra, o grupo de pesquisadores contou com o representante inglês, Nicolas Sirven, o indiano Pushpan Kumar (Universidade de Nova Delhi) e os bolsistas Ely Mattos, Mônica Concha, Esmeralda Correa, Carla Silva e Philipe Berman, todos estudantes ligados ao Programa de Pós-graduação em Economia.

Diferente de outras investigações, a metodologia adotada pelo grupo da UFRGS, explicita que a proximidade da linha de pobreza é muito mais do que o fato de ter ou não uma renda. É também não ter saúde, educação, estar inseguro quanto ao lugar onde mora. O próprio fato de sentir-se triste, pode, conforme o indivíduo, constituir-se em indicador de pobreza. Neste sentido, Comim argumenta que para entender um indicador de pobreza e meio ambiente é preciso contar uma história. “Quando especificamos um modelo e usamos um fator de ajustamento é possível trabalhar as variáveis ambientais, vendo o grau de associação com a variável de pobreza, e assim empurrando – para cima ou para baixo – o grau de pobreza em função do meio ambiente.”

A referida investigação, coordenada pelo professor brasileiro, tem como foco países africanos. Os resultados deverão servir como fonte de consulta e estudo para subsidiar a ação de promotores de políticas públicas com vistas a reverter, tanto a situação social africana quanto a degradação ambiental de um ponto de vista integrado. Ainda neste ano, Comim e os bolsistas visitarão os países pesquisados para apresentar o resultado do trabalho e explicar como operar as equações através das quais é possível estabelecer relação quantitativa entre os índices de pobreza e as condições do meio ambiente.

A interligação é inédita, se comparada aos indicadores mundiais mais famosos como Pegada Ecológica, Universidade de Yale, Índice de Sustentabilidade Ambiental e Barômetro da Sustentabilidade. Depois de muitos estudos, os pesquisadores perceberam que em nenhum desses documentos internacionais as variáveis “falam” umas com as outras, ou seja, os indicadores sociais, os de crescimento econômico e os de degradação ambiental aparecem isolados. “O que temos é um diálogo inexistente,” ironiza Comim.

Esses dados, entretanto, aparecem expressos através de diferentes estratégias de integração, como, por exemplo, por meio de gráficos nos quais as três dimensões são representadas em um triângulo, sugerindo uma aproximação inexistente. Em outras pesquisas, reduz-se tudo a dinheiro, “monetizando as variáveis”. Mas, segundo o professor, “há coisas que não podem ser reduzidas a dinheiro”. Outra questão que ficou sem resposta foi a falta de justificativa para a escolha das variáveis e em que elas medida estão relacionadas.

De acordo com Comim, a partir dessas observações preliminares sobre a forma como o tema dos indicadores de pobreza e meio ambiente vêm sendo tratados, foi possível detectar concepções inadequadas sobre o que é sustentabilidade. “Hoje, no mundo inteiro, as pessoas falam sobre sustentabilidade com pouca clareza sobre o que realmente significa este termo.”

Para agravar a situação, meio ambiente ainda é visto como um luxo para muitos, principalmente no âmbito daqueles que têm poder decisório. “Quando os governos pensam em desenvolvimento, até consideram que é recomendável fazer uma avaliação de impacto ambiental. Só para dizer que está tudo certo. Mas, em realidade, não existe uma mecânica desses governos para melhorar o meio ambiente em face do que eles consideram desenvolvimento.”
EXEMPLO E SENSIBILIDADE
Aqui em Porto Alegre, os administradores do Terraville ( Zona Sul) resolveram antecipar-se aos problemas e criaram um programa de investimentos junto a vila pobre de assentados Chapéu do Sol.Investiram na melhoria do bairro,na construção de centro comunitário e áreas de lazer. Diminuiram a tensão entre estas duas partes da fronteira.Sabiam que se deixassem como estava certo seria que iriam acontecer assaltos aos ricos proprietarios do Terraville que passariam ali no " posto de fronteira". A partir daí o item "segurança" do condomínio cairia e com ele os preços dos terrenos e casa do Terraville.
Anteciparam-se e tiveram sensibilidade. Por sentirem nos bolsos o efeito daquela fronteira aberta.

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

::Planetário colorado ::






Via Lactea Vermelha











Universo Colorado

Se vai dar certo como já mostrou em Dubai , é outra coisa. Mas a expectativa para o Gauchão é de passar por cima dos adversários e naturalmente sofrer as consequencias do favoritismo.

Quero dizer que o " Pau pode Cantar", contra o Internacional e ai será assunto da arbitragem.

Preparemo-nos que Gauchão rolando é uma " choradeira" danada.

Muita pressão em cima dos árbitros a cada dificuldade da rodada.

Começa a festa do "Futebol Gaudério" e não tem como não reconhecer que o regional só é ruim para quem perde.

Aqui não tem vice.Terceiro e quarto é fiasco.

:: Grêmio tenta outro milagre::



CHEGOU O PIANISTA,FALTA MAIS UM PARA CARREGAR
Não existe nos títulos acima nenhuma intenção em menosprezar a contratação do meia ROGER, pelo Grêmio,porque trata-se de um jogador que já foi bom,ótimo,aliás.


No entanto, as últimas atuações do craque não convenceram e ainda teve o azar de lesionar-se no Flamengo e envolver-se mais na vida fhasion uqe no futebol.



Até nem sei se envolver-se com Adriane Galisteu é azar, mas para dar conta daquele furor de loira certamente não é o mesmo que dar piques de 50 metros na margem do campo


Roger é craque,ponto final.


Roger demonstra vontade de responder no Grêmio e ser considerado outra vez um grande jogador,ponto para o Grêmio.



Agora vamos aguardar, mas os suspiros que ouço ao longe, vem das gremistas que demonstram maior preocupação com a beleza do jogador que seus passes e chutes a gol.



Roger, caso o Grêmio contratem o Souza do São Paulo, terá com este e Eduardo Costa, dois trabalhadores qualificados para carregar o seu piano e então o meia poderá ser o virtuose do time.

Afinal, convenhamos que foi uma baita contratação, no efeito imediato e se motivado para treinar, entrar em forma e jogar "ás ganhas", se tornará no condutor da qualidade gremista.

E a defesa hein?


Falam em zagueiro argentino.



Esta noticia, antes daria um frison de emoção, agora dá de preocupação.Pois, os argentinos vindos recentemente para a dupla não a crescentaram nada: Herbella no Inter( quem lembra?) Maidana( sósia do Banderas) e Schiavi ,fracassaram.


Valeu a pressão!

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

:: Façam o Jogo senhores::

_ João, a vida é um jogo.

No País que é um cassino oficial da jogatina federal, com tantas loterias para o povo exercer a sensação de ganhar dinheiro fácil, a corrupção é um jogo.
A expectativa de ganhar uma bolada, uma grana extra, tem levado as pessoas que lidam com dinheiro público, a JOGAR.
Se der certo todos os envolvidos vão locupletar-se.
Se der errado todos alegarão inocência e vão de novo apostar.Desta vez , na impunidade, nos prazos de julgamento que alongam-se.
Todos jogam.
O empresário que sonega é um jogador.
O prestador de serviço que não dá nota, nem recibo, nem obedece a Lei do Consumidor..
O estudante que vai a escola e não estuda e o professor que finge dar aula e não dá.
Por todos os lados, por onde olharmos, vamos ver esse JOGO DO FAZ DE CONTA
E os que não jogam sentem vergonha de ser honestos. Os “ jogadores “ chamam estes de BOBOS.
Babaca é o funcionário público que cumpre tudo direitinho, o policial ou fiscal que não pega propina, o professor que prepara a aula e preocupa-se com a turma, o médico que conclui as horas de atendimento para as quais foi contratado.
Enfim, o País está cheio destes babacas e eles são o que chamamos de RESERVA MORAL DA NAÇÃO.
De que lado está o leitor?


( visitem as demais secções do blog )

:: Perfil dos técnicos gremistas ::







OLHOS, ACENOS E PROJEÇÕES

O doutor Alberto Ucha é um estudioso, um cientista atento ao que de mais moderno e mais antigo existe no Universalismo e no movimento das energias perenes do Universo.

Alberto é terapeuta vibracional dono de uma inteligência invulgar e dentre suas especialidades está a Iridologia que é o estudo da iris e sua relação com todo o organismo.

Fazendo a análise vibracional do Felipão, do Mano e do Mancini, o doutor Alberto Ucha concluiu desta forma...:

Mas, João, quando recebi a notícia de que o Mano iria sair do Grêmio, fiquei recapitulando a tipologia iridológica dos treinadores que tiverem conquistas nacionais. Nunca vi de perto a Íris desses treinadores. Com exceção do Espinosa, que eu não sei se era verde ou azul - mas não deixa de ser linfático - os outros como o Felipão e o Mano, sáo rigorosamente linfáticos. Linfáticos sáo os olhos azuis, com pigmentação branca.
São pessoas rígidas, muito exigentes, rotineiros, seguem um padrão intocável. Grande dificuldade com críticas, mas são ficcionados com metas.
Agora vem o Wagner Mancini. Pelo que observei não é linfático, tem um biotipo longelíneo, são os andarilhos, os nômades.
E será que um viajante como diz no I ching, Hexagrama 56, é perfil para o Grêmio. A história não diz isso. Pro Wagner dar certo no Grêmio vai ter que achar um assessor linfático.

Até mais, João!

Tá dito doutor, quem entendeu, entendeu, quem não sabe o que é que vá estudar.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

:: Um Poder de joelhos ::



A pressão sobre a Assembléia Legislativa gaúcha estáo provocando a flexão dos joelhos deste Poder.

O Caso Macalão tonteou o parlamento gaúcho e seguiu-se série de denúncias a respeito de práticas ,que jogaram sobre a casa legislativa desconfiança da população perturbando os trabalhos legislativos.

Hoje,parlamentares citados por Macalão no caso da venda de selos de forma irregular e ilegal, estão sendo submetidos a oitivas na Policia Federal e já existe quem ache que estes deputados deveriam ser ouvidos no ambiente da Assembléia e não na delegacia federal que cuida do inquérito.

A isto se chamaria "ficar de joelhos".

O dia a dia da Assembléia revela um poder atuante sempre de ouvidos atentos aos reclamos da sociedade, mas infelizmente, por estas situações criadas e denunciadas, passa imagem distorcida da realidade.

Na Casa do Povo, como é chamada a nossa Assembléia, trabalha-se muito e as 24 horas de um deputado atuante são intensas em atividades que requerem atenção á população. Pelos corredores do Poder Legislativo circulam pessoas das mais variadas profissões e instituições, sempre na busca de ter atendidos seus anseios,reinvindicações e apelos. Isto se passa nos gabinetes, nas salas das comissões, nos corredores,no plenário. Ora vemos a mãe cujo filho foi levado pelo pai para o Exterior, contrariando decisão judicial e que ela quer a ação dos deputados para ter seu filho de volta.Aqui os índios Charrua pedem o reconhecimento da sua etnia, ali portuários querem justiça trabalhista. Por vezes trabalhadores invadem seus corredores,salas,gabinetes, fazem das suas dependências alojamento e todos são ouvidos, atendidos, não saem de lá sem esperança.

Mas, esta ação do Poder Legislativo não dá manchete - é obrigação dos deputados atender o povo- não vende jornal.

O que está errado é colocar todos no que a mídia chama de "saco de gatos", com a clara intenção da expressão gato ser sinonimo de ladrão,safado,gatuno,senvergonha.

Assim, de joelhos, a Assembléia Legislativa assiste os ratos abandonarem o porão, as vestais tentando safar-se como se fosse possível alguém ficar sem respingos da lama jogada.

O parlamento não sabe defender-se.

Atende a todos e quando a instituição precisa destes, omitem-se.

Examinemos este comportamento e entenderemos porque quando governantes pretendem fechar o parlamento no Brasil encontram eco.

Abomino a generalização, mas ela existe.

Questiono-me sobre os resultados desta ação sem critérios.Desmoralizar a Assembléia Legislativa a quem interessa?

:: Tres faces do mesmo tema::



NO CINEMA O BRASIL MOSTRA A SUA CARA

Meu nome não é Johnny completa a trilogia do melhor cinema nacional desde 2000,com Cidade de Deus e Tropa de Elite.

Johnny
Companhias erradas, facilidade de envolvimento e uma fraca estrutura familiar contribuíram para que João Guilherme Estrella (Selton Mello) tomasse o rumo que tomou.
Fã de festas regadas a álcool, cigarro e drogas, o palco das noitadas era sua casa de classe média no Rio de Janeiro. Com o tempo, além de consumir entorpecentes, o jovem simpático e bem relacionado começou a abastecer seus amigos com quantidades cada vez maiores das substâncias.
O filme é ótimo e vale mesmo assistir.Está nos circuítos de Porto Alegre.
Cidade de Deus
É impossível assistir Cidade de Deus sem se espantar com nível de realismo do filme, com as interpretações perfeitas e com o rigor técnico que marca a safra 2000 da produção cinematográfica brasileira. Hoje na TV fui fisgado por ele de novo, mesmo tendo assistido o filme nas salas de cinema duas vezes em 2002 e depois ainda mais algumas em DVD.
Tropa de Elite
O filme brasileiro Tropa de Elite teve muita badalação, como há muito tempo não se via filmes assim. O interessante é que parte da equipe foi seqüestrada, bandidos roubaram armas cenográficas durante as filmagens e uma cópia não-finalizada caiu na mão da pirataria "Tropa de elite" .
O filme retrata o dia-a-dia do grupo de policiais e do Capitão Nascimento (Wagner Moura), membros do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).
Em 1997, Nascimento quer sair da corporação e tenta encontrar um substituto para seu posto. Paralelamente, dois amigos de infância que se tornaram policiais se destacam em seus postos; para acabar com a corrupção na polícia, eles têm o objetivo de entrar no Bope."
Estes filmes deveriam cumprir função educativa e de debate nos meios universitário e do ensino medio.
Certamente, muita gente irá se ver neles, especialmente neste último,Meu nome não é Johnny.

:: O Patinho fez bonito ::


San Siro botando pelo ladrão, torcida entusiasmada, faixas de saudação e em campo na estréia italiana lá estava o Pato Alexandre, ou Alexandre Pato, com a camisa 7 do Milan. Ao lado os brasileiros Kaká, melhor do Mundo e Ronaldo Nazário, para dar confiança ao menino.

Foi uma exibição de luxo com direito a gol no melhor estilo Pato,velocidade,agilidade,força e tecnica - 5 a 2. Ainda valeu pela reabilitação do Ronaldo, com dois gols e o maestro Kaká dando as cartas.
Alexandre movimentou-se por todo o ataque,estratégicamente recuou até o meio campo para marcar,mas foi na troca com ronaldo que apareceu mais.Chutou uma, duas e na terceira Seedorf fuzilou o goleiro napolitano. Disputou com o pé do adversário o gol que foi de ronaldo, girou e bateu na trave, chutou de fora da área, tabelou, jogou com desenvoltura e mostrou as cartas.
Como dizem os jovens," o Pato é tudo"!!!"
No final, festa para o Pato, reconhecimento dos companheiros e adversários, mil demonstrações de carinho ao menino, quase mascote milanês.

O Pato merece. Parabéns garoto.

:: Futebol é negócio,bussines::


Tenho sido até mesmo chato quando falo sobre o futebol como negócio além de comprar e vender jogadores. Critico o marketing esportivo aplicado ao futebol,porque esporte é uma coisa e futebol é outra.No Esporte não existe paixão, no futebol é pura paixão. Não conheço massa fiel ao volei,ao basquete,ao atletismo,a ginastica, mais a fidelização no futebol é imensa. Portanto, o marketing do futebol é muito rápido e perecível quando se trata de produtos agregados as conquistas dos clubes.
O marketing no futebol é igual ao das padarias, não se vende pão velho,ou seja, ganhou vende logo e o produto deve estar pronto para tal.Perdeu, ficou velho,não vende mais. O melhor exemplo dessa velocidade-oportunidade são os camelôs que tão logo o time conquista o título já estão nas ruas com fitas e cartazes,posteres do campeão.

Os camelôs deveriam ser chamados para dar palestras na ADVB e na ESPM.

Vamos aos negócios.

Exatamente ha sete anos a coreana LG despachou seus executivos para o Brasil afim de conhecer o mercado brasileiro. Até 2001, a LG ficou desconhecida no Brasil, apesar de instalada com fábrica.Só depois de patrocinar o São Paulo F.C e deste ser multicampeão a LG estourou como marca de eletro eletrônicos no Brasil.

A LG investiu US$100 milhões em 2007 e o patrocínio ao São Paulo FC foi parte importante para consolidar aimagem da empresa e seus produtos.

sábado, 12 de janeiro de 2008

::Senso de pertinência ::

A idéia de pertencer a uma coletividade é tão antiga e óbvia que não nos damos conta da sua importância e passamos direto sobre o tema quando tratamos dos assuntos de gerenciamento da convivência, análise do clima organizacional e de estímulo aos colaboradores.
Pertencer e se identificar com um grupo é tão necessário ao ser humano quanto para a maioria dos animais.
É por isso que nos unimos e formamos famílias, tribos, torcidas e até gangues.
Empresas, governos, partidos e impérios se esfacelam quando o senso de pertinência - o amálgama que une seus participantes - deixa de existir.
Inseridas no contexto e com a noção clara do rumo a trilhar, as pessoas gostam de contar às outras que pertencem e estão ajudando a criar a história da sua empresa. – "Tenho orgulho de participar do local onde trabalho e de ajudar a construir esta história. Na minha equipe encontro referências e conexões". O senso de pertinência nos dá a sensação de participarmos de "alguma coisa maior do que nós mesmos". Dá-nos força e incentivo para lutar por uma causa, que será comum também aos parceiros, àqueles que estão ao nosso lado no dia-a-dia.
Foi esta identificação de causas semelhantes que fez nossos antepassados se reunirem em diferentes clubes sociais. Não há cidade no Novo Mundo formada por imigrantes que não tenha um clube italiano, alemão, polonês, japonês, etc. Existem CTGs – Centro de Tradições Gaúchas - até na Amazônia e Japão.
Por isso, empresários, em vez de ficar aplicando em seus colaboradores doses cavalares de campanhas motivacionais, façam esforços inteligentes, sutis e constantes para despertar neles o velho e bom senso de pertinência.
Seja trabalhando em um hospital, na construção de uma estrada, torcendo por um time de futebol, estudando em uma faculdade ou participando de um programa de governo, as pessoas adoram dizer que fazem parte de algum grupo ou programa e que têm orgulho em pertencer àquele momento da história.
Uma das mais fortes motivações para o ser humano é perceber que pertence e ajuda a construir algo grandioso.
O senso de pertinência nasce no desenrolar da história contada.
Por isso, uma das habilidades do bom líder é saber contá-las. Com elas, os rumos são indicados, caminhos, dificuldades e benefícios, tangíveis e intangíveis, das metas a serem atingidas, são explicados. E é o contar das histórias que irá fornecer outros dois sensos importantes para a condução de equipes. As histórias também criam senso de propósito, o que é que estou fazendo aqui, e senso de direção, para onde estamos indo.
Quando o povo de um país, de um estado ou os colaboradores de uma empresa sentem durante muito tempo a falta de bons projetos estruturais e de lideranças autênticas, desencadeia um processo de deterioração do seu tecido social.
As conseqüências são:
a "não-identificação" com o lugar e a destruição das bases do bom relacionamento. Sobra uma situação de "salve-se quem puder".
Esta situação, chamada de anomia - falta de projetos consistentes e desafiadores - esta pasmaceira geral e a rapinagem oficial descontrolada força nossa juventude a procurar outros grupos e abandonar o senso de pátria.
Só pertenço ao Brasil em época de Copa do Mundo, imagino que pensem nossos jovens.
Deve ser por isso que mais de 70% destes grupos de Internet Orkut são ocupados por brasileiros. Pelo menos virtualmente são aceitos e podem se manifestar, porque deste período da história eles não querem participar. Ele não lança desafios, só envergonha quem está no mesmo barco.

:: The Corporation" e o capitalismo de hoje ::


The Corporation, documentário contra empresas multinacionais, leva a pensar se o atual capitalismo triunfante é ou não invencível.
Quem não estiver feliz com o capitalismo das grandes empresas que dominam o mundo veja o documentário canadense "The Corporation". Lá, um dom Quixote sério como Noam Chomsky e um Sancho Pança gorducho como Michael Moore, além de outros idealistas, dessancam as maldades das empresas transnacionais, sua sede de lucro e expansão a qualquer custo, sua predação do meio ambiente e da super mais-valia dos salários míseros dos trabalhadores dos países periféricos. A lembrança das personagens de Cervantes não é pejorativa.
A nobreza de Dom Quixote e Sancho Pança estava em tentar enfrentar um mundo que lhes desagradava. A sua loucura era enfrentá-lo com armas antiquadas, desproporcionais ao poder e força dos gigantes reais ou imaginários que eles queriam destruir, em nome de ideais de justiça, bondade e proteção dos mais fracos ou fracas.
A força do capitalismo global de hoje nos leva a imaginar como quixotes e panças a quaisquer inconformados com a sociedade consumista, depredadora, freneticamente tecnológica, que nos suborna com novidades eletrônicas, bugiganças úteis ou inúteis, computadores avançados, tv digital, telefones celulares que fazem de tudo, até telefonar, brinquedos sofisticados, produtos transgênicos e toda a parafernália de alimentos industrializados, homogeneizados, quimicamente cancerígenos, sem gosto nem graça como um hamburguer da Mc'Donalds. As grandes corporações multinacionais se apoderaram do mundo, controlaram ou subornaram os governos, já transformaram a China no novo gigante capitalista, a troco do baixo preço das suas exportações, em que está embutida a super mais-valia da exploração dos seus trabalhadores. A acreditar na imprensa, eles estariam felizes, se fartando com a estatística dos 10% de crescimento anual.
Aqui no Brasil, Lula está feliz com o superavit primário, com o pagamento em dia dos juros estratosféricos da dívida, com o dinheiro que está sobrando no orçamento -- porque não faz investimentos, nem gasta com saúde, educação e bem estar do povo. Mas o mercado financeiro, o FMI, Bush, a TV Globo, os neoliberais estão todos muito contentes com ele, e farão tudo para reelegê-lo.
Embora o capitalismo de hoje pareça invencível, no auge da sua universalidade geográfica e da sua capilaridade social, é bom lembrar que Dom Quixote e Sancho Pança tiveram enorme influência na literatura mundial.
Os Michael Moore, Noam Chomski, os ambientalistas consequentes, os esquerdistas históricos ou novos, os românticos da inconformidade, os não escravizados pelo consumismo predador, os defensores da natureza e do planeta são uma força nova, uma consciência social e política que está emergindo das próprias contradições de crescimento da sociedade industrial e pós-industrial.
No documentário, aparece com destaque a pobre Bolívia, com seu povo valente lutando nas ruas contra a privatização da água.
Eles foram em frente, derrubaram o gringo Gonzalez de Lozada e elegeram o aimará Evo Morales. Tomara que este mantenha a coragem e dignidade, fique com o seu povo, não queira imitar o Lula, nem ser amigo de Bush e do "mercado".
Esperemos para ver.
Aliás, a decantada "privatização", intensificada na era FHC, e continuada por Lula, é apenas uma face da expansão do capitalismo como sistema. Foi erigida em fetiche ideológico pelos neoliberais, e corresponde à ânsia de lucro a qualquer custo, ao individualismo exacerbado e ao desprezo do bem público, em nome da eficiência e da selvageria do privado. A utopia da mudança é a luta cotidiana contra a rotina, contra o que parece inelutável, intransponível, mesmo que seja o sistema capitalista de produção e de vida.
Por : Mauro de Albuquerque Madeira

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

:: Cuidado com os estacionamentos ::


Está se tornando perigoso ir ás compras.

As pessoas estão sendo assaltadas nos estacionamentos de shoppings e tem seus carros roubados nos estacionamentos de supermercados.

No primeiro caso pode resultar em sequestro relâmpago.No segundo em todo o processo de obter o ressarcimento do prejuízo,ou seja um outro automovel.

Dia destes, uma colega da TV Record, que costuma ir ás compras nos shoppings e com o seu carro,esqueceu que andava a pé e desceu para o estacionamento.
Sorte dela, que no pé da escada deu o estalo e voltou atrás.
Já estavam de olho nela tres rapazes para assalta-la.Viu quando parou e um deles mandou a senha para os demais.
Escapou, mas muitos não escapam.
O roubo de carros em estacionamentos obrigou os grandes supermercados a reforçar a segurança porque o prejuízo é grande pagando carros roubados.Os casos são abafados na mídia, mas existem e preocupam.

Os estacionamentos dos shoppings são imensos,cobertos e sem segurança para quem faz as compras.Lugar fácil para assaltos.

Portanto, procure estacionar próximo dos lugares onde estão os seguranças.
Se não conseguir e resolver ficar.Corra o risco!

E se gosta de viver perigosamente arrisque mais e estacione bem longe, em lugar com pouco movimento e carros.

:: Meu nome não é Souza::










Se o teu nome não é Souza então acabas de perder a chance de jogar no Grêmio.
O tricolor tentou ficar com Diego Souza, que foi para o Palmeiras,tentou contratar Diego de Souza, que está no Uruguai e afinal Souza que está em São Paulo e poderá ser anunciado como reforço gremista.
Assim sendo, Souza é o nome que o Grêmio quer. No entanto, se tens Souza no nome, jogas bola, tenta falar com o Pelaipe, quem sabe não acabas batendo uma bolinha no Olímpico?
No final de dezembro,Alfredo Oliveira, o Carioca, foi a Montevidéo e quase conseguiu trazer Diego de Souza, meia do Defensor e da seleção uruguaia. O La Coruña da Espanha entrou no negocio e melou.Tenta Souza do São Paulo, mas o Murici está melando.Esperava por Diego Souza, mas o Benfica não gostou de ter perdido Carlos Eduardo.Melou também.Vendeu para o Palmeiras.

O inicio de ano do Internacional está provocando reações na torcida tricolor.Não aceita mais estes desconhecidos que aportam em Bento, querem jogador para lotar aeroporto.

quarta-feira, 9 de janeiro de 2008

:: O brilho vermelho ::




A vitória do Inter nos Emirados Árabes é mais importante para o futebol gaúcho e para o RS do que se possa imaginar.


Infelizmente, ainda vivem os empresários de outras áreas da atividade econômica apartados da realidade do Futebol.

O Internacional viajou para Dubai, para os Emirados e não teve a acompanhar sua delegação nenhuma missão empresarial gaúcha, perdendo assim a oportunidade de apresentar o Estado e sua força econômica no oásis das grandes obras do Mundo Árabe. Tambem nenhum secretário do Governo do Estado se fez presente nesta delegação do clube gaúcho.

Tenho certeza que de posse de informações sobre o nosso Estado,teriam oportunidade de entabolar futuros negócios, ou pelo menos apresentar o RS aos príncipes e emires que tocam aqueles países cheios de dinheiro e investimentos.

O Futebol é uma atividade econômica importante, embora continuem a vê-la como uma oportunidade lúdica e esportiva. Pena !

E o melhor.
O Internacional já está convidado-como campeão, para o Dubai Cup 2009.
Pode ser que o Governo do Estado e o empresariado recuperem-se.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

::Teria sido diferente ?::


Falhei.
Este foi o sentimento que experimentei e ainda experimento ao saber da morte, do assassinato, do menino Lucas, de 14 anos, que conheci ainda criança , que chamava de Buiú e dizia que seria um craque de bola.
Negro,Lucas era muito engraçado, fazia caretas e todos riam muito.Sua mãe, durante algum tempo frequentou o Salão das Testemunhas de Jeová e fez amizade com a minha familia,também da mesma fé religiosa.
Lucas, tinha o nome do meu neto, que tem quatro anos a mesma idade daquele Lucas,então. Sempre pensei nele como um futuro artista, da bola,do samba, do humor.
Um dia fiquei sabendo que vivendo no morro tinha enveredado pelo caminho das drogas e sua mãe queria muito que fosse conversar com ele,pois, seguidamente perguntava pelo tio Garcia.
Foi ao salão de beleza da tia para cortar o cabelo e disse que iria falar comigo,mas tinha vergonha.Essa vergonha impediu o nosso encontro.
Não fui ao encontro do Lucas. Nem ele veio a mim.
Fiquei envolvido nas minhas coisas, atividades, compromissos e agora pergunto-me :
e se tivesse falado com ele, aconselhado teria sido diferente este desfecho?
Não existe como não ficar com remorso, com este sentimento de ter falhado com alguém que poderia estar e estava precisando de mim.
O corpo do Lucas, o Buiú ,foi encontrado cheio de facadas, feitas por uma arma destas que usamos na cozinha- no Morro da Embratel, jogado,abandonado, aos 16 anos.
O menino alegre, careteiro,que chutava bola para mim, cumpriu o triste destino de tantas crianças pobres que a vida miserável,difícil empurra para as drogas e cobra deles o Futuro.
Lucas, no último fim de semana foi ao ensaio da escola de samba, onde era componente da bateria.Reencontrou Kika, uma namoradinha, que dividia seus amores com outro rapaz.Lucas foi atraido pelo rival e mais outros para uma subida no morro, onde foi assassinado. Gritou por socorro, alguém ouviu, mas não saiu de casa, todos tem medo no morro. A namoradinha sabia que ele estava sendo atraído para uma cilada, também nada disse nem tentou impedir.De novo o medo. A avó que o criou , ficou preocupada com a demora e foi procura-lo.Lucas nunca ficava fora de casa,sempre retornava.Subiu o morro, naquela vez não o encontrou.Resolveu tentar novamente .Achou um chinelo dele e mais acima no topo do morro,o corpo.
A necropsia revela que Lucas sofreu antes de morrer sangrando como um bicho abandonado no topo do morro.
Quem matou Lucas, tem 14 anos.
Nesta hora as fronteiras do abismo social são derrubadas e a dor desta família humilde chega até nós classe média, trazidas pelo convívio que nem o abismo social consegue evitar.
A dor deles é a nossa.
Este é o País que construímos e estamos legando aos nossos netos.
Um Brasil sem dó nem piedade, na constante guerra civil das ruas, exterminando-se, sendo exterminado.
A avó de Lucas baseada em testemunhas foi até a casa do assassino e a mãe deste desmentiu as informações.
O tamborim do Lucas está parado,quieto, na prateleira da quadra de ensaios.
Inconformada com o sofrimento do neto chora a avó.Lucas não vai retornar e no outro lar humilde, uma mãe chora porque seu filho, uma criança, tornou-se um assassino e pensa que um dia ela também poderá subir o morro para reconhecer um corpo.
Este é,infelizmente, mais um episódio da guerra das ruas.
Hoje, definitivamente não foi um dia bom, nem para mim e muito menos para o Buiú.
Fica deste episódio a lição que vai me acompanhar.
Quando alguém nos chama não podemos postergar,deixar para amanhã, para depois, porque poderá ser tarde demais. Esta é a primeira vez que sinto a dor de não ter ajudado o meu semelhante e não sei como vou conviver com isto.
Não deixe jamais de observar nas pessoas á sua volta se andam caladas,cabisbaixas, olhos pedindo socorro, sem brilho. Estas pessoas talvez estejam precisando de uma palavra,um abraço,um afeto. Tão pouco.
O que sei é que falhei.
Perdão Lucas! E que Deus me perdoe.

:: Com a cabeça para fora::


Só queria entender

Flavio Dutra, nosso colega jornalista, costuma brincar diante de alguns absurdos que quer ser enterrado com a cabeça para fora,pois, vai morrer e não vai ver tudo.Por não querer perder nada,nem depois de morto,pede que o façam deste jeito.

Pois, associo-me ao Flavio, porque ando vendo coisas assombrosas.

Vejo petistas reclamando do pacote da governadora Yeda e protestando pela derrota da CPMF e ao mesmo tempo defendem o ajuste no IOF- mais 0,38% na alíquota e mais, os cortes feitos em R$20MI no orçamento dos Três Poderes , também foram saudados. Mas, aqui no Estado,o ajuste da Governadora foi negado.


Xô brasileiros!

Nossos compatriotas estão sendo barrados no acesso á Alemanha.

Guardas aduaneiros estão apresentando regulamentos internos que perturbam a entrada dos brasileiros naquele País. O Itamaraty já foi informado e se movimenta.

Gozado, quando vieram famintos, os irmãos alemães nos séculos 19 e 20, foram recebidos de braços abertos.


Chineses translúcidos

O mercado dos cristais no Brasil está dominado por grupos e empresas chineses.Daqui extraem cristal e pedras semi preciosas que viajam e voltam lapidados e muito mais caros.

Os garimpeiros brasileiros estão quebrados , os lapidadores tupiniquins estão á míngua.

É o Brasil prostituto e prostituído, sem fronteiras, sem controle.